Rastilho

by Kiko Dinucci

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      $7 USD  or more

     

1.
02:42
2.
02:54
3.
04:07
4.
03:30
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
03:08

about

About Rastilho

by Kiko Dinucci

I’ve wanted to do an album dedicated to the guitar for a long time.
As a child, I treated it as a toy. In my early teens, with the guitar patched with pieces of sellotape, I tried out the most varied tunings to reproduce heavy rock riffs. At the end of adolescence, in the samba circles where someone asked for a D minor and began to sing something I had never played in my life, I forced myself to find the cadences and breaks in the midst of my fear. The guitar came first and always accompanied me.
My dream was to perform choro. I tied myself in knots, but, due to technical limitations, I started looking for my own way to play. Although I really like that Brazilian guitar tradition, it was in the Afro works of Baden Powell and in the guitars of Dorival Caymmi, João Bosco, Jorge Ben, Rosinha de Valença and Gilberto Gil that I could see a different way of applying the instrument to the song format.
My quest with the guitar has always followed a path linked to rhythm, especially with the right hand, which usually sweep-picks the instrument or makes the attacks. The idea has always been to play the guitar as a percussion instrument. The samba and choro guitar, separating the bass strings from the high strings, have helped me a lot in creating a more polyrhythmic view. Usually, when I do something on the guitar, the bass lines and sharp counterpoints are present.
My experience in the São Paulo punk rock / hardcore scene of the 90s, in the samba and in the religious activities at Ilê Leuiwyato, directed by the priestess Iya Sandra Medeiros Epega, somehow shaped the way that I play guitar today.
Music also comes forth from the ground that people walk on, in people, in the dust of the paths, and not only in the artistic world.
Rastilho is part of the desire to find these places. The songs were basically composed over a period of one month. Over a few days, André Magalhães and Bruno Buarque recorded and mixed everything to tape in a completely analog process. Before putting the sound together, I showed them some recordings from the 60’s by Sergio Ricardo, Geraldo Vandré, Edu Lobo, Pedro Sorongo and we noticed a very interesting use of the effects of echoes, delays and reverbs. We looked for this ambience as part of the sound of the album.
The album features Ava Rocha, Ogi and Juçara Marçal.
The wonderful Coral is formed by Dulce Monteiro, Maraísa and Graça Menezes.
The master was done by Felipe Tichauer at Red Traxx Mastering
The cover is by Pablo Saborido, a tropical, putrid, sick image that reminds us of today.
Rastilho truly is a guitar record, where the instrument overlaps everything else, the voices, the lyrics. It is the wood that sings.
Rastilho can be the piece of bone that supports the strings on the guitar easel. Rastilho can also be the fuse that lights the bomb.
The characters on this album lit their own fuses and exploded.

translated by David McLoughlin (Brasil Calling)

credits

released January 21, 2020

Recorded and mixed at Minduca Studio - SP (september and november 2019)
Kiko Dinucci - Vocals, acoustic guitar (nylon strings), production, songs and lirycs.
Dulce Monteiro, Maraísa, Gracinha Menezes and Juçara Marçal - chorus (tracks 02, 04, 05, 09 and 11)
Juçara Marçal - voice (tracks 08 and 10)
Ogi - voice (track 08)
Ava Rocha - voice (track 07)
André Magalhães and Bruno Buarque - recording and mixing
Felipe Tichauer - Mastering at Red Traxx Music - Miami
Pablo Saborido - cover photography - Estúdio Soy Yo
Aline Belfort - profile photography

license

all rights reserved

tags

about

Kiko Dinucci São Paulo

Kiko Dinucci is a brazilian musician and composer from Guarulhos, São Paulo. One the founders and mermbers of the bands Metá Metá and Passo Torto.
Colaborated with artists such as Elza Soares, Tom Zé, Criolo, Jards Macalé and Baco Exu do Blues.

contact / help

Contact Kiko Dinucci

Streaming and
Download help

Report this album or account

Track Name: Exu Odara
01 - Exu Odara (public domain)

Instrumental version
Track Name: Olodé
02 - Olodé (Kiko Dinucci)

Olodé/ Odé Lonan
Odé Asiwajú
Track Name: Marquito
03 - Marquito (Kiko Dinucci)

Instrumental
Track Name: Vida Mansa
04 - Vida Mansa (José Batista/Norival Reis)

O que eu queria meu amor me dava
Que Vida mansa sorrindo eu levava
Meu amor brigou, vida mansa acabada
Procurei pé-de-briga
Meu amor aceitou
Me dei mal na jogada, olha a lama que eu tô
Track Name: Foi Batendo o Pé Na Terra
05 - Foi Batendo o Pé Na Terra (Kiko Dinucci)

Foi batendo o pé na terra
Que vovó me ensinou a samba

Que vovó me ensinou a samba
Que vovó me ensinou a samba
Que vovó me ensinou a samba
Que vovó me ensinou a samba
Track Name: Febre do Rato
06 - Febre do Rato (Kiko Dinucci)

Tava com a febre do rato
E pediu pra descer
Da linha Pq. Dom Pedro/ Vila Curuça
Cambaleou sem saber
Onde queria chegar
Em plena Celso Garcia vomitou

Queima de estoque
O falante veio lhe dizer
Um pandemônio
Na liquidação total
Foi levado sem saber
Onde iria chegar
E a correnteza de gente lhe arrastou

Foi lançado
Empurrado
No tranco
Arremessado
Quando deu por si
Tava em frente um salão
Uma dor de cabeça
Rasgou o seu juízo
E por cima do quengo
Um estranho pôs a mão

Um arrepio na espinha
Seu corpo tremeu
E uma mancha vermelha
Na face brotou
Ardeu no corpo febril
Mas o suor congelou
Roubou a cena do culto na sessão

Soltou um grito de morte
O mundo calou
Duas feridas nasceram nas palmas das mãos
Um fiel esconjurou
Um outro perdeu a fé
Mas um terceiro chorou de compaixão

Tava cheio de cólera e bestialidade
Quando deu por si tava em cima do pastor
Atacou o infeliz
E fugiu pela avenida
Deu sinal e saltou pra dentro do busão

Parque Dom Pedro/Curuça
Febre do Rato
Solidão
Febre do Rato
Contra mão
Parque Dom Pedro/Curuça
Track Name: Dadá (FEAT. Ava Rocha)
07 - Dadá (Kiko Dinucci)

Instrumental
Track Name: Veneno (FEAT. OGI)
08 - veneno (Kiko Dinucci/OGI)

Tenebroso
Era assim o tal João
Ficou Tão famoso
Por que dava surra em multidão
Espalhafatoso
Caminhando esbarrou em um rapaz
Jogo perigoso
Pois a morte nunca anda com cartaz

E o joão valentão tomou satisfação
E lhe disse onde já se viu?
E levantou a camisa e mostrou um oitão
E pagou de policia civil
Estava prestes a estapear o rapaz
Quando alguém feito um relâmpago
Veio pra apaziguar e assim lhe falou

Toma cuidado, jão
Deixa isso pra la
Não vai pra grupo não
Fica ligeiro
Nesse vespeiro
Melhor não por a mão
Com isso não va mexer
Não tem por que se meter
Por que sei que vai da nó
Vai da não
Vai danar
Vai doer

O rapaz é o belzebu
E o seu sangue vai beber
Feito vinho e fumando um
Com o chicote te lamber
E o dragão fala pro filho de Ogum
Nem seu pai vai me deter
Eu vou te mandar pra catacumba
Só quizumba
Feito zabumba
Coração Bomba
Com a perna Bamba
João tomba!
Só que ele não cai
Pois se apoia no balcão pedindo ao pai
E agora sente que sua vida se esvai

Feio na foto está
E eu posso atestar
O inferno é seu Spa
E estas férias
Não são etéreas não tem como escapar
E assim no solo bateu
E a vida toda escorreu
No copo do cão caiu
E ele viu
E ele riu
E bebeu

Mas de repente deu um piripaque
E o cão não aguentou a birita
É muito forte o veneno do homem
Que até o capeta vomita
Foi mais um caso daquele que quando alguém conta
Ninguém acredita
E como um passe de mágica
Na minha frente João ressuscita

E o cramulhão
Caiu no chão se escondendo da luz
Sem condição de reação
Se esvaindo um pus
Se esvaindo em pus
Ele falou para o pai de jesus
Eu não teria clemencia
Se tivessem posto meu filho na cruz
Track Name: Tambú e Candongueiro
09 - Tambú e Candongueiro (Kiko Dinucci)

Água-de-briga na pele da ngoma
Acende o fogo pro couro amaciar
Na curimba meu tambú
Na curimba candongueiro
Track Name: Gaba (FEAT. Juçara Marçal)
10 - Gaba (Kiko Dinucci)

Instrumental
Track Name: Rastilho
11 - Rastilho (Kiko Dinucci)

Queima
Deixa arder
Virar cinza
Fumaça
A praça derreteu
A noite não findou
O temporal mal começou
Deixa o sol nascer
Quando ele quiser
A lava escorrer até o último sinal de vida
Abraçado à morte sem saber
O moribundos dançam
As moscas já nos cobrem
Ninguém pode parar
Nem fé, amor ou sorte
Vamos explodir

If you like Kiko Dinucci, you may also like: